01 de dezembro 2014

Um dos cursos mais populares da Universidade de Harvard, uma das mais conceituadas do mundo, auxilia os participantes na busca pela felicidade. O professor Tal Ben-Shahar passou muito tempo sentindo-se infeliz, começou a estudar psicologia para descobrir os motivos que o levavam a esse estado de espírito e foi daí que nasceu a vontade de compartilhar o aprendizado. Confira algumas dicas do especialista:

felicidade

Sucesso não traz, necessariamente, felicidade. Ter dinheiro ou ser famoso só nos faz ter faíscas de alegria. Há uma ânsia por ascender no trabalho, ter equilíbrio na vida pessoal e encontrar um propósito – muita gente não sabe o que pretende da vida simplesmente porque nunca pensou sobre o assunto.

O que realmente interfere na felicidade é o tempo que passamos com pessoas que são importantes para nós, como amigos e familiares — mas só se você estiver por inteiro.

Pensar nos progressos diários que um profissional alcança no fim de cada dia e valorizar os próprios pontos fortes nos traz satisfação a cada dia e o foco que damos ao trabalho acaba sendo mais importante do que a natureza dele.

A primeira lição é que nós precisamos nos conceder a permissão de sermos seres humanos. Isso significa vivenciar emoções dolorosas, como raiva, tristeza e decepção. Temos dificuldade de aceitar que todo mundo sente essas emoções às vezes. Não aceitar isso leva à frustração e à infelicidade.

Uma super semana cheia de felicidade pra gente! ♥



0 comentários | Adicione o seu »

Comentar