05 de abril 2013

aurora boreal é um fenômeno óptico composto por um brilho observado nos céus noturnos nas regiões polares, em decorrência do impacto de tempestades solares ou pela interatividade do campo magnético do Sol e da Terra (esse último mais raro).

Em 17 de março, o fotógrafo Göran Strand passou quatro horas registrando a aurora boreal,  momento a momento. Ele reuniu as 2.464 e as transformou num vídeo, que você pode conferir abaixo (a sequência está em formato circular porque as fotos são “panorâmicas” e se conectam para cobrir boa parte da aurora).

[youtube width=”520″ height=”400″]http://www.youtube.com/watch?v=ZmVK0ESAyG4[/youtube]

A aurora boreal não é um fenômeno não é exclusivo da natureza na Terra, ela acontece também em outros planetas do sistema solar como Júpiter, Saturno, Marte e Vênus e pode ser reproduzida com explosões nucleares em laboratório.



2 comentários | Adicione o seu »

  1. Realismo Mágico | Blog Beagle

    abr 10, 2013 @ 13:05:59 | Responder

    […] semana passada, falamos sobre a aurora boreal aqui no nosso blog. Esse fenômeno é mais frequente acima do Círculo Polar Ártico, o que torna as noites da Noruega […]

  2. […] 1) Aurora Boreal: também conhecido como aurora polar, este fenômeno pode ser visto à noite, próximo às regiões polares. Nós já falamos dele aqui. […]

Comentar