20 de fevereiro 2013

Temos uma má notícia para os adeptos da alimentação saudável: aquele alimento com fama de bonzinho pode não ser tão favorável assim à sua saúde. Listamos aqui cinco produtos para prestar mais atenção na hora de levar à mesa:

Leite de Soja: O ”leite” de soja constitui boa fonte de proteínas, fibras, vitamina B, mas contém somente 29,3% de cálcio em relação ao leite de vaca. Embora atue na prevenção de doenças como o câncer de mama, de cólon, de útero e de próstata, e também no alívio dos efeitos da menopausa e da tensão pré-menstrual, algumas pesquisas relacionam o consumo excessivo da soja com efeitos indesejáveis na tireóide. Outro aspecto diz respeito aos fatores anti-nutricionais existentes na soja e que dificultariam a absorção de minerais como ferro, zinco e cálcio.

Barrinhas de Cereal: muitas das barrinhas de cereais que existem no mercado são, na verdade, ricas em açúcar e sódio. Preste atenção no rótulo e compare os ingredientes – o que vem primeiro é o que está em maior quantidade, então procure marcas em que a fibra esteja no começo da lista. Prefira as de fruta, que são menos gordurosas, e as que contêm flocos de milho, mel, aveia e castanhas.

Suco de Caixinha: Algumas dessas bebidas, também chamadas de néctar de fruta, têm tanto quanto ou até mais açúcar do que os refrigerantes – até duas colheres de sopa a cada 200 ml –  além de uma quantidade grande de sódio, substância que, em excesso, pode sobrecarregar os rins. Os corantes e aromas também aparecem no suco de caixinha (inclusive nos de soja), ou seja, mais química ainda.

Peito de Peru: Apesar de ser visto como uma alternativa melhor do que o presunto, os dois têm a mesma quantidade de sódio e gordura porque são uma mistura de carne e pele (eca!) do animal. Para conservar o produto, as indústrias usam nitritos e nitratos, substâncias químicas que, segundo algumas pesquisas, podem causar câncer se consumidas por muito tempo. Que tal excluir da sua dieta os alimentos embutidos e processados?

Bebidas Diet e Light: Achar que eles podem ser servidos à vontade, já que têm menos açúcar e gordura, é um erro. “Isso porque o fabricante adiciona sódio para manter o sabor. Então, melhor ingerir uma quantidade menor da versão tradicional do que o dobro da light”, orienta Virginia Weffort, nutróloga do Departamento Científico de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP).

Para uma alimentação realmente saudável, nada melhor do que priorizar os alimentos naturais e orgânicos.



0 comentários | Adicione o seu »

Comentar