Já pensou um edifício onde as paredes são revestidas com painéis de microalgas que geram calor, sombra e energia? Pois isso já é uma realidade em andamento na Alemanha, onde está sendo construído o primeiro “prédio vivo” do mundo.

Os painéis de microalgas devem ser utilizados dentro e fora do prédio – “quando o sol as atinge, as microalgas crescem com o processo natural de fotossíntese e isto torna o prédio um instrumento dinâmico e vivo, cuja fachada bioadaptável responde ao aumento da luz do sol criando sombra e gerando energia para uso imediato ou armazenagem.

Com o aprisionamento da energia do sol, o calor deixa de entrar no edifício e é reutilizado para ajudar a alimentá-lo com energia. A microalga também bloqueia parte da luz do sol, reduzindo reflexos e criando um ambiente mais agradável. Estas duas coisas terão também impactos em sistemas auxiliares, como ar condicionado e purificadores.”

Um novo conceito em Eco-Design!

(Fonte: Planeta Sustentável)



0 comentários | Adicione o seu »

Comentar